LINKS ÚTEIS

» Ministério dos Transportes
» ANTT
» ANTAQ
» IDT - Inst. de Des. do Transp.
» NTC & Logística
» Grupo de Linguística da Insite
» Conf. Nacional do Transp. - CNT
» Guia Rodoviário
» SEST/SENAT

  PREVISÃO DO TEMPO

 





  GLOSSÁRIO LOGÍSTICO

TERMOS TÉCNICOS

A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M

N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z

A

- ACF - Attainable Cubic Feet: ( Espaço Cúbico Permitido)

- Acuracidade: Grau de ausência de erro ou grau de conformidade com o padrão.

- Acuracidade do Inventário: É a quantidade de itens com saldo correto, dividida pela quantidade de itens verificados, vezes 100%.

- AD Valorem: Taxa de seguro cobrada sobre certas tarifas de frete ou alfandegárias proporcionais ao valor total dos produtos da operação constante(s) na NF (Nota Fiscal).

- Administração de Materiais - Inbound Logistics: Segmento da logística empresarial, também chamada logística de entrada, que corresponde ao conjunto de operações relativas ao fluxo de materiais e informações desde a fonte das matérias-primas até a entrada da fábrica; é portanto, a logística dos insumos de uma empresa.

- Administração por Processos - Process Management: A administração por processos agrupa cargos em torno de um fluxo de atividades que visa atender às necessidades dos clientes.

- ADR - Articles Dangereux de Route: Transporte de Artigos Perigosos.

- AFRMM: Adicional ao Frete para Renovação da Marinha Mercante.

- AI - All Inclusive: Todas as taxas e sobretaxas incluídas na cotação de fretes.

- Área de Expedição: É a área demarcada nos armazéns, próxima das rampas/plataformas de carregamento, onde os materiais que serão embarcados/carregados são pré-separados e conferidos a fim de agilizar a operação de carregamento.

- Área de Quebra: É a área demarcada nos armazéns, geralmente próxima da entrada, onde as embalagens, produtos e materiais recebidos são desembalados, separados, classificados e até reembalados de acordo com o sistema ou interesse de armazenamento do armazém/empresa.

- Armazém - Warehouse: Lugar coberto, onde os materiais/produtos são recebidos, classificados, estocados e expedidos.

- Armazém Alfandegado: Tipo de armazém na qual as empresas colocam os produtos sem a necessidade de pagar taxas ou tarifas aduaneiras. Local reservado para armazenagem e custódia de mercadorias importadas que estão sujeitas as taxas ou tarifas alfandegárias até que elas sejam quitadas; local onde os produtos devem ficar retidos ou serem devolvidos para o país de origem. Este armazém deve ter aprovação do governo e estar sob leis e garantias de funcionamento.

- Armazém Geral: Armazém operado por um terceiro que presta serviços a clientes do mercado.

- Armazém Privado: Armazém operado por uma empresa ou por um terceiro para seus próprios produtos.

- Armazenagem / Estocagem: É a parte da logística responsável pela guarda temporária de produtos em geral (acabados, matérias-primas, insumos, componentes, etc.). Pode ter uma variação de tipo de local físico, conforme característica e necessidade do produto, como por exemplo: local coberto, local descoberto, local com temperatura controlada, etc. Pode ter variação de tipo de estocagem, conforme característica e necessidade do produto, como por exemplo: prateleira, gaveta, cantilever, baia, etc.

- Arrival Notice: Documento que avisa ao consignatário sobre a chegada do navio e confirma o frete e as taxas devidas.

- As Freighted: Todas as cargas taxadas na mesma unidade, peso ou medida.

- ASN - Advanced Shipment Notification: Aviso antecipado de embarque, que é o aviso aos clientes informando quando seus produtos irão chegar.


B

- B/L Terms: Todos os detalhes relevantes ao embarque/carregamento (ver: Dicionário Logístico sobre B/L).

- Back Order: Pedido em atraso.

- Back Scheduling: Programação retrocendente.

- Back to Back: Consolidação de uma única expedição em um MAWB (Master Air Waybill – Conhecimento Principal de Transporte Aéreo) abrangendo um HAWB (House Air Waybill – Guia de Transporte Aéreo) emitido por um expedidor.

- Backlog: Pedido pendente.

- BAF - Bunker Adjustment Factor: Sobretaxa aplicada pelo armador em cima do frete para cobrir o custo do combustível.

- Balsa: Embarcação utilizada em rios e canais para o transporte de veículos e pessoas, geralmente para pequenas distâncias.

- Barge / Barcaça: Embarcação de baixo calado, utilizada em rios e canais com ou sem propulsão com a finalidade de transportar produtos.

- Base Port: Porto(s) no(s) qual(is) a tarifa-padrão se aplica. Servido diretamente pelos armadores que fazem parte do acordo/tarifa.

- Batch Pick: Separação em lotes.

- Batch Processing: Processamento por lotes.

- Batendo Lata: Expressão utilizada no transporte rodoviário, quando o caminhão volta vazio não havendo carga de retorno.

- Big-Bag: Contentores ou contenedores flexíveis, geralmente feito de polietileno.

- Bitrem - Reboque / VCC- Veículo Combinado de Cargas: Conjunto monolítico formado pela carroceria com o conjunto de dois eixos e pelo menos quatro rodas; é engatado na carroceria do caminhão para o transporte, formando um conjunto de duas carrocerias puxadas por um só caminhão, muito utilizado no transporte de cana-de-açúcar.

- Bill of Lading - B/L: Conhecimento de Embarque - Conhecimento/Manifesto Marítimo, documento legal e oficial do armador, preenchido pelo embarcador e assinado pelo comandante ou o agente do navio, confirmando o recebimento de determinada carga a bordo ou para embarque e especificando entre outros vários detalhes, o frete pago ou a ser pago no destino. É, ao mesmo tempo, um recibo de bordo, um título de posse e uma evidência de contrato de transporte, cujas cláusulas estão incorporadas no mesmo.

- Blocagem - Block Stacking: Empilhamento simples sem uso de porta-pallets, no qual os pallets são empilhados diretamente no chão.

- Block Scheduling: Programação por blocos.

- Bluetooth: Comunicação sem fio entre aparelhos.

- Bombordo: Lado esquerdo do navio, isso olhando da popa (traseira) para a proa (dianteira) do barco.

- Bonded Warehousing: Armazém Alfandegado, onde as mercadorias importadas ficam guardadas até que haja o desembaraço das mesmas (ver: Armazém Alfandegado).

- Box Rate: Um frete total para mover uma carga em várias dimensões de contêiners da origem ao destino.

- Bulk Contêiner: Contêiner graneleiro, ou seja, próprio para o transporte de cargas à granel.

- Broker: Pessoa que intermedia a compra e venda de serviços e produtos em troca de comissão.

- Business-to-Business - B2B: Transações comerciais realizadas através de redes públicas ou privadas, incluindo negócios públicos ou privados que utilizam a Internet como veículo. Essas transações incluem transferências financeiras, intercâmbios on-line, leilões, entrega de produtos e serviços, atividades de cadeias de abastecimento e redes integradas de negócios (Empresa-a-Empresa).

- Business-to-Consumer - B2C: Comércio eletrônico caracterizado por vendas ao consumidor através de sítios (sites) e portais na Internet (Empresa-a-Consumidor).


C

- C & F - Cost & Freight: Custo e Frete.

- Cábrea: Equipamento usado em portos para levantar grandes cargas pesadas ou materiais em obras, e que consta de 3 (três) pontaletes unidos no topo onde recebem uma roldana por onde passa o cabo.

- Cadeia de Abastecimento: Corresponde ao conjunto de processos requeridos para obter materiais, agregando-lhes valor de acordo com a concepção dos clientes e consumidores e disponibilizando os produtos para local e data de maior conveniência; além de ser um processo bastante extenso, a cadeia apresenta modelos que variam de acordo com as características de negócio e das estratégias utilizadas pela empresa para fazer com que o bem chegue às mãos dos clientes e consumidores.

- Calado: Expressão do transporte marítimo, que significa profundidade em que cada navio está submerso na água. Tecnicamente é a distância da lâmina d´água até a quilha do navio; o conhecimento do calado do navio em cada condição de carga e de densidade da água em função da salinidade e temperatura é fundamental para determinar a sua navegabilidade sobre zonas pouco profundas, em especial nos portos e em canais.

- Capatazia: Serviço utilizado geralmente em portos, estações e terminais, onde profissionais autônomos, ligados a sindicatos ou a empresas particulares, executam o trabalho de carregamento, descarregamento, enlonamento, desenlonamento, amarração, desamarração, movimentação e armazenagem de cargas.

- Carga a Granel: Carga homogênea não embalada.

- Carga Conteinerizada: Carga geral acondicionada unitizada em contêineres intermodais.

- Carga Fracionada: Carga geral solta.

- Carga Paletizada: Carga geral acondicionada unitizada em pallets.

- Carreta Baú: É uma carreta fechada.

- Carreta Isotérmica: É uma carreta fechada, com isolamento térmico em suas paredes, onde conserva a temperatura da carga.

- Cascading Yield Loss: É quando ocorre acúmulo de perdas de rendimento em muitas operações e/ou tarefas.

- Cavalo Mecânico: É o conjunto monolítico formado pela cabine, motor e rodas de tração do caminhão. Pode ser engatado em vários tipos de carretas e semi-reboques para o transporte.

- CBM - Cubic Meter: Metros cúbicos.

- CD - Centro de Distribuição: Armazém que tem por missão realizar a gestão dos estoques de mercadorias na distribuição física. As atividades englobam recepção, expedição, manuseio e armazenagem de mercadorias, administração de informações, emissão de notas fiscais, conhecimentos de transporte e outros documentos, e em alguns casos, agregação de valor intrínseco (físico) como a colocação de embalagens e rótulos e a preparação de kits comerciais, por exemplo: (compre dois e leve três).

- Certificado de Origem: Documento formal declarando origem e detalhes relevantes sobre a carga.

- CFR - Cost and Freight: Custo e Frete - Significa que o vendedor entrega as mercadorias quando elas transpõem a amurada do navio no porto de embarque e arca com os custos do frete relativo ao transporte até o porto de destino, mas fica a cargo do comprador o risco de perda ou dano às mercadorias após o momento da entrega pelo vendedor; este termo pode ser usado apenas para transporte marítimo ou hidroviário interior.

- CFS Charge - Container Freight Station Charge: Cobrado pelo armador pelo manuseio da carga, geralmente carga solta no terminal.

- Chapa: Denominação dada ao profissional autônomo que é contratado pelo motorista de caminhão para fazer o carregamento ou descarregamento da carga, na origem ou no destino.

- Chicotes: São os cabos que fazem a ligação entre o cavalo mecânico e a carreta para a passagem de fios elétricos (luz da lanterna, luz de freios/ré e luz da placa do veículo) e para os fluidos (óleo) de acionamento dos freios.

- CIP - Cariage and Insurance Paid To: Transporte e Seguro Pagos Até - Significa que o vendedor entrega as mercadorias ao transportador designado por ele, mas o vendedor deve também pagar o custo de transporte necessário para levar as mercadorias até o destino nomeado além de contratar seguro de transporte até esse ponto. Este termo pode ser usado sem restrição do modo de transporte, incluindo o transporte multimodal.

- CKD - Completely Knocked Down: Sigla utilizada quando um produto é transportado desmontado. O conceito foi criado na indústria automobilística para o caso da exportação de veículos completos, porém desmontados, para montagem no destino; hoje se utiliza o conceito CKD para outros tipos de produtos completamente desmontados, exemplo fogões.

- Clean on Board: B/L (Bill of Lading) emitido sem constar exceções.

- Clearance: Liberação, desembaraço aduaneiro.

- Código de Barras: Método de codificação de dados alfanuméricos para a leitura óptica rápida e precisa. Os códigos de barras são constituídos por uma seqüência de barras e espaços (Bar Code).

- Coletor: Leitora óptica (scanner) de códigos de barras, utilizada para o reconhecimento de volumes em centros de distribuição. Em conjunto com um Sistema de Radiofreqüência e um Sistema de Administração de Armazéns, constitui-se numa das principais ferramentas para operações de alta velocidade em centros de distribuição.

- Commercial Invoice: Documento em papel timbrado do exportador contendo uma descrição acurada da mercadoria e mostrando país ou origem, onde deve constar todos os ítens a serem embarcados.

- Conference: Um grupo de armadores que oferecem fretes iguais, serviço regular de/para os mesmos portos/regiões, valendo-se de regras comuns para o mesmo tráfego.

- Conhecimento de Transporte: Documento emitido pelo transportador, baseado nos dados da NF (Nota Fiscal), que confirma o recebimento das mercadorias a transportar e constitui o contrato de transporte entre o embarcador e o transportador, para os diversos modais de transporte, a saber que são: Aéreo (AWB - Airway Bill), Ferroviário, Marítimo (BL - Bill of Lading) e Rodoviário (CTRC).

- Consignatário: Parte que recebe a carga, conforme mencionado no conhecimento de transporte.

- Consolidação de Cargas: Consiste em criar grandes carregamentos a partir de vários outros pequenos, onde resulta em economia de escala no custo dos fretes. É preciso um bom gerenciamento para utilizar este método, pois é necessário analisar quais cargas podem esperar um pouco mais e serem consolidadas, poís se mal executado, compromete a qualidade do serviço de transportes, gerando atrasos.

- Contêiner: É primordialmente uma caixa, construída em aço, alumínio ou fibra, criada para o transporte unitizado de mercadorias e suficientemente forte para resistir ao uso constante, podendo ficar exposto às adversidades climáticas. É reutilizável e possui quatro tamanhos principais de 30, 25, 20 e 10 toneladas.

- Contêiner intermodal: Equipamento de transporte, com dimensões padronizadas, utilizado para unitizar carga geral, granéis sólidos e líquidos.

- Convés: Área da primeira coberta do navio.
- CPFR - Collaborative Planning, Forecasting and Replenishment: Planejamento
Colaborativo de Previsão e Reabastecimento.

- CPM - Critical Path Method: Método do Caminho Crítico.

- CPT - Cariage Paid To: Transporte Pago Até.

- Cross-Docking: Sistema no qual os bens entram e saem de um Centro de Distribuição (CD), sem ali serem armazenados, onde permite aumentar o giro dos estoques.

- CRP - Continuous Restocking Program: Programa de Reabastecimento Contínuo.

- CTRC: Conhecimento de Transporte Rodoviário de Carga.

- Cubage / Cubagem: Volume cúbico disponível para estocar ou transportar, onde calcula-se o metro cúbico multiplicando-se o comprimento pela largura e pela altura.

- Cubic Foot: Pés cúbicos


D

- DAF - Delivered At Frontier: Entregue na Fronteira - Significa que o vendedor entrega as mercadorias quando elas são colocadas à disposição do comprador, no meio de transporte chegado não desembarcado, desembaraçado para exportação, mas não desembaraçado para importação, no ponto e local nomeado na fronteira, mas antes da divisa alfandegária do país adjacente. O termo fronteira pode ser usado para qualquer fronteira incluindo aquela do país da exportação, portanto é de vital importância que a fronteira em questão seja definida precisamente, sempre nomeando o ponto e o local no termo. Este termo pode ser usado sem restrição ao modo de transporte quando as mercadorias devem ser entregues numa fronteira terrestre.

- DDP - Delivered Duty Paid: Entregue com Taxas Pagas.

- DDU - Delivered Duty Unpaid: Entregue sem Taxas Pagas.

- DEQ - Delivered Ex Quay: Entrega no Cais - O vendedor entrega a mercadoria no cais do porto de destino.

- DES - Delivered Ex Ship: Entrega no Navio.

- Dead Line: Prazo limite ou data final de entrega.

- Desconsolidação: Inverso de consolidação (ver: Consolidação da Carga).

- Despatch / Presteza: Prêmio determinado em contrato, a que faz jus o contratante de um navio, quando este permanece menos tempo do que o acordado nos portos de embarque ou de descarga.

- Distribuição: Segmento da logística empresarial que corresponde ao conjunto das operações associadas à transferência de bens desde o local de sua produção até o ponto designado no destino e ao fluxo de informações associado, onde a distribuição física deve garantir que os bens cheguem ao destino em boas condições comerciais, oportunamente e a preços competitivos.

- Diversion Charge: Taxa por mudar o destino da carga, já embarcada, de um porto para outro; é cobrada porque a operação vai requerer manuseio de contêiners usando os guindastes.

- Docks / Docas: Local intermediário que as mercadorias ficam entre a expedição e os transportes (vários modais), a fim de facilitar e agilizar a operação de carregamento e descarregamento.

- Dolly / Romeu e Julieta: Reboque com uma quinta roda, usada para converter um semi-reboque em reboque, muito utilizado para o transporte de cana-de-açúcar.

- Dragagem: Serviço de escavação nos canais de acesso e áreas de atracação dos portos para manutenção ou aumento da profundidade.

- Draw-Back: Envolve a importação de componentes, sem pagamento de impostos (IPI, ICMS, Adicional ao Frete para Renovação da Marinha Mercante e Imposto sobre Prestação de Serviços de Transporte Estadual), vinculada a um compromisso de exportação.


E

- EDI – Electronic Data Interchange: Intercâmbio Eletrônico de Dados - Comunicação de computador para computador entre o prestador de serviços e seu cliente. É a troca de documentos padronizados entre parceiros de uma cadeia de abastecimento ou entre unidades fisicamente separadas de uma mesma empresa; associado ao uso do código de barras, leitoras óticas e sistemas de informação, constitui a base sobre a qual são implantadas as ferramentas que viabilizam o ECR (Efficient Consumer Response).

- EIR – Equipment Interchange Receipt: Recibo do Equipamento - Documento que confirma a entrega do contêiner vazio no terminal GATE designado pelo armador, onde nesse documento devem ser anotadas as condições em que o equipamento foi devolvido (avarias, sujeiras etc.).

- Embalagem / Package: Envoltório apropriado, aplicado diretamente ao produto para a sua proteção e preservação até o consumo/utilização final.

- Embarcador: Parte que embarca a carga, conforme mencionado no conhecimento de transporte.

- Empilhadeira / Fork Lift Truck: Equipamento utilizado com a finalidade de empilhar e mover cargas em diversos ambientes.

- Ending Inventory: Inventário Final.

- EPI: Equipamento de proteção individual.

- Equipamentos de Armazenagem: São equipamentos utilizados para a armazenagem de materiais em armazéns e centros de distribuição, podendo ser: Prateleiras – para a armazenagem de caixas, sacarias e unidades pequenas.

- Porta-pallets – para a armazenagem de pallets, constando de duas vigas horizontais, onde se apóia o pallet.

- Porta-paletes (drive in e drive through) – porta-pallets com vários níveis projetados para armazenagem concentrada de pallets; utilizado para a armazenagem de diversos pallets com um mesmo lote de mercadorias.

- Porta-pallets dinâmico (flow rack) – porta-pallets com roletes e inclinação, permitindo que pallets introduzidos numa extremidade fluam para a outra extremidade por gravidade, onde automatizam a prática do FEFO (First to Expire First-Out).

- Porta-pallets (push back) – porta-pallets com roletes e inclinados para frente, no qual podem ser armazenados dois ou três pallets na profundidade, onde os pallets são empurrados pela frente até que as três posições estejam cheias; quando se retira o primeiro pallet, os demais correm para a frente por gravidade.

- Sistemas para armazenagem dinâmica para caixas (case flow rack) – semelhantes aos porta-pallets dinâmicos, mas adequados para caixas e cestas.

- Estibordo: Lado direito do navio, isso olhando da popa (traseira) para a proa (dianteira) do barco.

- Estivador: Empregado das docas que trabalha na carga e decarga dos navios.

- Estoque em Trânsito: Refere-se ao tempo no qual as mercadorias permanecem nos veículos de transporte durante a sua entrega.

- ETB: Expressão do transporte marítimo, que significa dia da atracação.

- Ex Works: O comprador recebe a carga diretamente da fábrica do vendedor, e a partir daí, arranja o embarque, seguro e outros serviços correlatos por sua conta.


F

- FAS - Free Alongside Ship: Livre no Costado do Navio - O vendedor entrega a mercadoria ao comprador no costado do navio no porto de embarque.

- FCL - Full Container Load: Contêiner Completo.

- FCR - Forwarder Certificate of Receipt: Certificado de Recebimento do Agente de Transportes.

- Feeder Ship: Navios de abastecimento

- FEFO - First to Expire First-Out: Sistema de controle de estoques em que o material que vence primeiro deve ser utilizado primeiro.

- Flat Rack Contêiner: Tipo de contêiner aberto, possuindo apenas paredes frontais, usado para cargas compridas ou de forma irregular as quais de outro modo teriam de ser transportadas soltas em navios convencionais.

- FILO - First-in Last-Out: Sistema de controle de estoques em que o material que entra primeiro deve ser utilizado por último.

- FMC - Federal Maritime Comission: Agência do Governo Norte-Americano responsável por supervisionar os aspectos regulatórios da indústria do transporte marítimo.

- Freight Forwarder / Expedidor de Frete: Empresa ou profissional autônomo que são responsáveis por toda a operação que consiste em preparar a consolidação de cargas e seu transporte, da origem até o destino final, onde esta preparação engloba todo o acerto da documentação necessária.

- Freight Claim: Carta do cliente para o armador constando dados (B/L , temperature chart etc.) que confirmam a ocorrência de danos à carga; tal carta dá início ao processo de pedido de ressarcimento ao armador.

- Freight Collect: Pagamento do frete a ser efetuado no destino pelo consignatário.

- Freighter: Navio Cargueiro.

- Fulfillment: Atender no tempo e no prazo; é o conjunto de operações e atividades desde o recebimento de um pedido até a sua entrega.


G

- Gargalo / Bottleneck: Instalação, função, departamento ou recurso que impede a produção, pois a sua capacidade é inferior ou idêntica à demanda.

- GATE: Portão do terminal portuário.

- GATEWAY / Passagem: Ponto em que a carga passa para outro transportador ou troca o modo de transporte.

- GPS - Global Positioning System: Sistema de Posicionamento Global. Composto por um conjunto de 24 satélites que percorrem a órbita da Terra a cada 12 (doze) horas, permitindo que, através de dispositivos eletrônicos, chamados GPS Receivers (Receptores GPS), possam ser convertidos os sinais de satélites em posicionamentos, permitindo assim a localização geográfica de qualquer objeto no globo terrestre com uma precisão em torno de 10 metros.

- GRI - General Rate Increase: Aumento geral de fretes em uma dada conferência ou acordo de tarifas.

- Gross Weight: Peso bruto da carga, incluindo a carga mais a embalagem ou invólucro.

- GSM-C - Global System for Mobile Communications: Sistema Global para Comunicações Móveis.


H

- Handling Charge: Despesas de manuseio ou movimentação de carga.

- Hinterland: É o potencial gerador de cargas do porto ou sua área de influência terrestre, onde depende basicamente do potencial de desenvolvimento da região em que o porto está localizado e dos custos de transporte terrestre.

- Hodômetro: Instrumento usado para indicar o total de quilômetros percorridos.

- House-to-House: Carga aceita pelo armador no porto de embarque e entregue no porto de desembarque.

- Hub: Ponto central para coletar, separar e distribuir para uma determinada área ou região específica.


I

- IA - Independent Action: Quando um armador membro de uma conferência de fretes toma uma decisão unilateral de reduzir um frete de tarifa.

- IHC - Inland Haulage Charge: Cobrança relativa a transporte interno do contêiner de/para fábrica/porto.

- In Bond: Carga que não tenha sido desembaraçada e que esteja seguindo para um determinado ponto sob a responsabilidade do armador.

- Incoterms: Desenvolvidos pela "Câmara Internacional de Comércio", são regras internacionais, uniformes e imparciais, que constituem 13 (treze) formas acabadas de realizar uma transação internacional, e que, quando agregadas a um contrato internacional de venda passam a ter força legal, com significado jurídico preciso.

- Insulated Container / Refrigerated Container: Contêiner refrigerado ou frigorífico, onde possue isolação térmica e é equipado com motor de refrigeração; utilizado no transporte de cargas frigoríficas ou perecíveis.

- Insurance / Seguro: Contrato ou o risco assumido pelo segurador mediante o pagamento de um prêmio pelo segurado.

- ISO - International Organization for Standardization: Normas e padrões técnicos seguidos internacionalmente, e que servem para garantir a realização de uma certa atividade de maneira padronizada; existem diversas categorias da ISO, por exemplo: ISO 9002 refere-se a produtos e serviços; ISO 14001 refere-se ao meio ambiente.


J

- JIT - Just-in-Time: Visa atender o cliente interno ou externo no momento exato de sua necessidade, com as quantidades necessárias para a operação/produção, evitando, assim, a manutenção de maiores estoques.

- Joint Venture: Associação de empresas, não definitiva, para explorar determinado negócio, sem que nenhuma delas perca sua personalidade jurídica.


K

- Kanban: Técnica japonesa com cartões, que proporciona uma redução de estoque, otimização do fluxo de produção, redução das perdas e aumento da flexibilidade.

- KLT - Klein Lagerung und Transport: Acondicionamento e Transporte de Pequenos Componentes.


L

- Lading / Loading: Carregamento de cargas ou embarque de cargas.

- Landing: Desembarque de cargas ou pessoas.

- Laden on Board: Um B/L ( Bill of Lading) que indica que uma carga foi carregada no navio.

- L/C - Letter of Credit: Documento emitido por um banco autorizando a transferência de fundos do comprador para o vendedor sob termos e condições estabelecidos para transações internacionais, ou seja, Ordem de Pagamento que o importador contrata junto ao banco, a favor do exportador.

- LCL - Less Than Container Load: Termo que significa "Menos que uma carga de container", porém é usado quando o container é estufado parcialmente pelo armador com o lote do embarcador (junto com cargas de outros), e desovado no destino também pelo armador, sendo os custos em ambos os casos por conta do embarcador e consignatário, respectivamente.

- Letter of Indemnity: Libera uma das partes envolvidas de qualquer responsabilidade. Proteção dada para o prestador de serviços, (exemplo a um armador), por escrito, autorizando alguma ação que seja diferente do contratado ou padrão.

- Liner Terms: Termo no contrato de transporte marítimo, onde no frete já está incluso todas as despesas de carregamento, estiva e descarga, ficando assim na responsabilidade do armador.

- LLP - Leading Logistics Provider: Principal Fornecedor de Serviços Logísticos.

- Localização Logística: É a forma de identificar geograficamente armazéns, depósitos, filiais, veículos, clientes, etc.; As formas mais comuns são por coordenadas de latitude-longitude, códigos postais (CEP no Brasil) e coordenadas lineares simples ou malha, que nada mais são do que se colocar um papel vegetal quadriculado sobreposto a um mapa, com numeração das linhas horizontais e verticais.

- Logística: É o processo de planejar, implementar e controlar eficientemente, ao custo correto, o fluxo e a armazenagem de matérias-primas e estoque durante a produção e produtos acabados, e as informações relativas a essas atividades, desde o ponto de origem até o local de consumo, visando atender aos requisitos do cliente.

- Logística Empresarial: Trata-se de todas as atividades de movimentação e armazenagem que facilitam o fluxo de produtos desde o ponto de aquisição da matéria-prima até o local de consumo final, assim como dos fluxos de informação que colocam os produtos em movimento, com o propósito de providenciar níveis de serviço adequados aos clientes a um custo razoável.

- Logística Reversa / Inversa: No mercado, é considerada o caminho que a embalagem toma após a entrega dos materiais, no sentido da reciclagem das mesmas, nunca voltando para a origem. Muitos profissionais também utilizam essa expressão para considerar o caminho inverso feito para a entrega, voltando para a origem, só que agora somente com as embalagens. Nesse caso, tratam-se de embalagens reutilizáveis ou retornáveis que são mais caras e específicas/próprias para acondicionar determinados materiais; ocorre muito no setor automotivo para o transporte, por exemplo: de pára-choques, painéis etc.

- Lote Econômico / Lote de Mínimo Custo: Considerando que, para avaliar o gasto total de compra de determinado produto ou grupo de produtos, é necessário verificar o custo de aquisição, o custo do transporte e o custo de manutenção de estoque, e que, quanto maior a quantidade adquirida, menor será o preço do produto e do transporte e maior o custo de manutenção do estoque, consiste em verificar, através de arranjos de simulação, qual é o lote de compra que tem o menor custo total.


M

- Manifest: Documento (manifesto) com a relação de todos os conhecimentos de embarque, mencionando os principais detalhes das cargas embarcadas.

- Manutenção Corretiva e Preventiva: Termo que significa o conjunto de medidas operacionais técnicas de vistoria, visando reparar e evitar possíveis problemas dos componentes das máquinas e equipamentos, que comprometam a performance e desempenho dos mesmos, para que possam executar sua função normal.

- Marketing de Relacionamento: É um conjunto de estratégias que visam o entendimento e a gestão do relacionamento entre uma empresa e seus clientes, atuais e potenciais, com o objetivo de aumentar a percepção de valor da marca e a rentabilidade da empresa ao longo do tempo.

- Marketplaces: Possibilitam que múltiplas empresas se comuniquem simultaneamente.

- Marks and Numbers: O detalhe identificador em uma embalagem (deve constar no B/L).

- MBA - Master Business Administration: Mestre em Administração de Negócios - Curso de formação de executivos, nas diversas disciplinas da administração, onde são estudadas matérias de marketing, finanças, RH, contabilidade, etc.

- Medidas de Desempenho: São instrumentos utilizados para avaliar a performance de qualquer atividade logística, podendo ser relatórios, auditorias, etc. (Não se pode melhorar aquilo que não mensuramos).

- Modais: São os tipos e meios de transporte existentes, sendo eles: Ferroviário (por ferrovias), Rodoviário (por rodovias), Hidroviário e Aquoviário (por rios), Dutoviário (por dutos), Aeroviário (de forma aérea) e Marítimo (por mar).

- Movimentação: É a parte da logística responsável pelo deslocamento interno de produtos em geral (acabados, matérias-primas, insumos, componentes, etc.), onde são utilizados vários tipos de equipamentos nesta operação, como empilhadeiras, tratores, veículos auto-guiados, carrinhos em geral, guindastes, força braçal (mão-de-obra), etc.

- MPS - Master Planning of the Production: Planejamento Mestre da produção.

- Multimodalidade: É a operação de realizar o deslocamento de mercadorias entre a
origem e o destino final, utilizando diversos modais de transporte, sob a responsabilidade legal e contratual de um único operador.


N

-Negotiable B/L: B/L original negociável endossado pelo exportador, que é usado para negociar documentos com o banco.

- Net Weight: Peso Líquido da mercadoria/carga.

-Nível de Serviço Logístico: Refere-se especificamente à cadeia de atividades que atendem às vendas, geralmente se iniciando na recepção do pedido e terminando na entrega do produto ao cliente, e em alguns casos, continuando com serviços ou manutenção do equipamento ou outros tipos de apoio técnico.

- Notify Part: Empresa ou pessoa que aparece no (B/L) como parte a ser informada quando da chegada da carga, podendo ser diferente do consignatário.


O

- OBL - Original Bill of Lading: Declaração original das mercadorias embarcadas.

- Ombudsman: Ouvidor, profissional que tem como missão intermediar a comunicação entre o público e a empresa; (aquele que representa o interesse).

- On Carriage: No Conhecimento de embarque significa um transporte adicional ao que está sendo contratado.

- On Deck Stowage: Carga estivada no deck do navio.

- Open Rates: Fretes estabelecidos para cada armador individualmente; esses, embora constem na mesma tarifa, podem ser diferentes de armador para armador.

- Open Top Contêiner: Contêiner sem teto, coberto com lona, utilizado para cargas que tenham sua altura excedendo o tamanho de um contêiner tradicional ou então que só possam ser carregados pelo alto.

- Operador Logístico: Empresa especializada em movimentar, armazenar, transportar, processar pedidos e controlar estoques, entre outras coisas, fornecendo seus serviços com profissionais treinados, podendo o serviço pode ser executado em seu próprio armazém ou nas dependências do cliente, tudo dependendo do acordo firmado.

- Organograma: Gráfico da disposição estrutural e hierárquica de uma organização/empresa.

- OTM - Operator of Transport Multimodal: Operador de Transporte Multimodal - Qualquer pessoa jurídica, transportador ou não, que celebre um contrato de transporte multimodal e atue como principal, e não como agente, assumindo a responsabilidade pela execução do transporte porta-a-porta diante do contratante.

- Outport: Porto normalmente não servido pelos membros.

- Owner: Armador.


P

- P/H: Pier to House.

- Packing List: Lista de pacotes e/ou embalagens para cada embarque, mostrando detalhes de peso e medidas individualmente.

- Pallet: Conjunto formado por um estrado e pela carga geral fracionada unitizada sobre o mesmo, podendo ter peso de até 2.000 kg.; O estrado pode ser formado por dois planos separados por vigas ou uma base única sustentada por pés, cuja altura é reduzida ao mínimo compatível com o seu manuseio por empilhadeiras, paleteiras ou outros sistemas de movimentação, podendo ser construído de madeira, plástico, metais, papelão, ou combinações desses materiais, com dimensões variadas.

- Patola: Braços que estabilizam o caminhão no chão, quando vai ser utilizado o sistema de elevação do guindaste acoplado à carroceria, para que agüente o peso, sem pender para nenhum dos lados, evitando virar o caminhão. Também utilizado em caminhões que possuem escada magirus ou algum tipo de acessório pesado de elevação.

- Payload: Capacidade útil de carga num determinado veículo de transporte de qualquer um dos modais.

- PDCA - Plan, Do, Check e Action: Planejar, Executar, Verificar e Agir; ferramenta que implica na melhoria de todos os processos de fabricação ou de negócios.

- PEPS: É a nomenclatura para o método de armazenagem, em que o produto que é o primeiro a entrar no estoque é o primeiro a sair, ou FIFO (First-In, First-Out).

- Per Diem: Custo por dia, cobrado por contêiner em poder do cliente por um período extendido; é a taxa cobrada de uma companhia de transportes rodoviários devido à devolução tardia do contêiner.

- Personaliza/Customizar: Adequar um serviço ou produto especificamente para um cliente, de acordo com suas necessidades.

- PERT - Project Evaluation and Review Technique: Técnica de Avaliação e Revisão de Projetos.

- Planejamento para Contingências: É planejar para alguma circunstância extraordinária que paralise a operação normal do sistema logístico. Estas contingências podem ser acidentes, greves, produtos defeituosos, paradas no suprimento, etc.; para toda a ocorrência prevista deverá ter um plano de ação emergencial previsto para ser colocado em prática.

- Popa: Parte posterior do navio.

- Porta-Pallets: Para a armazenagem de pallets, constando de duas vigas horizontais, onde se apóia o pallet.

- Porta-Pallets Dinâmicos/Flow Rack: Porta-pallets com roletes e com inclinação, que permite que paletes introduzidos numa extremidade fluam para a outra extremidade por gravidade, automatizando a prática do FIFO (First-In, First-Out).

- Porta-Pallets Drive In / Drive Through: Porta-pallets com vários níveis projetados para armazenagem concentrada de pallets, utilizado para a armazenagem de diversos pallets com um mesmo lote de mercadorias.

- Porta-Pallets Push Back: Porta-pallets com roletes e inclinados para a frente, no qual podem ser armazenados dois ou três pallets na profundidade; estes são empurrados pela frente até que as três posições estejam cheias e quando se retira o primeiro pallet, os demais correm para a frente por gravidade.

- Postponement: Retardamento na finalização de um produto até receber de fato o produto customizado; é uma estratégia de produção que procura retardar, até o último momento possível, a caracterização final de produtos manufaturados e/ou serviços, com o objetivo de facilitar a redução dos estoques e incrementar a capacidade de personalização do que é oferecido no mercado.

- Power of Attorney: Procuração ou outro instrumento legal, que autoriza uma pessoa ou empresa a atuar como agente ou procurador da mesma.

- Prancha de Carregamento: Faz parte das normas de operação dos portos, e significa a tonelagem mínima estabelecida que será operada num período de 06 (seis) horas.

- Prateleiras: Para a armazenagem de caixas, sacarias e unidades pequenas.

- Prático: Profissional especializado que possuindo grande experiência e conhecimentos técnicos de navegação e de condução e manobra de navios, bem como das particularidades locais, correntes e variações de marés, ventos reinantes e limitações dos pontos de acostagem e os perigos submersos ou não, assessorando o comandante na condução segura do navio em áreas de navegação restrita ou sensíveis para o meio ambiente.

- Proa: Parte anterior do navio.

- Produto Logístico: O que uma empresa oferece ao cliente com o seu produto é satisfaçã;. se o produto for algum tipo de serviço, ele será composto de intangíveis, como conveniência, distinção e qualidade, entretanto, se o produto for um bem físico, ele também tem atributos físicos, tais como peso, volume e forma, os quais têm influência no custo logístico.

- Proforma: Documento emitido pelo agente, onde menciona estimativas de custos diversos que o armador terá com a escala de seu navio em determinado porto, durante sua estadia, é um orçamento que serve para estudos de viabilidade e consequente decisão.

- Proposta: É o documento pelo qual o fornecedor torna oficial a sua oferta comercial e técnica de serviços e/ou produtos ao requisitante.

- Provedor Logístico: Fornece serviços baseados nas áreas da logística.


Q

- QR: Resposta Rápida.

- Quike Step: Passo acelerado.


R

- Radiofreqüência/RF: Sistema utilizado para a comunicação em tempo real, via rádio, entre o sistema de administração de armazéns e os coletores (scanners), num Centro de Distribuição (CD).

- Rampas de Escape: Utilizadas principalmente no transporte rodoviário, são dispositivos especiais, posicionados em determinados pontos das rodovias, projetados para permitir uma saída de emergência para veículos que apresentem falhas ou perdas de freios em declives íngremes, retirando-os do fluxo de tráfego e dissipando as suas energias pela aplicação de resistência ao rolamento, desaceleração gravitacional ou ambas.

- Rebocador: Pequeno vapor utilizado para rebocar navios ou manobrá-los com segurança em áreas dos portos.

- Rechego: Expressão utilizada em portos, que caracteriza a movimentação de cargas entre pátios, feita por tratores e/ou outros equipamentos de movimentação.

- Reefer: Navio ou contêiner frigorífico; para navio é o tipo com os porões ou cobertas devidamente isolados e equipados para o transporte de carga frigorífica ou perecível, como carne, frutas, etc.

- Reengenharia: Método usado para reprojetar e reformar sistematicamente toda uma empresa, funções e processo.

- Resposta Eficiente ao Consumidor / ECR - Efficient Consumer Response: Um modelo estratégico de negócios, no qual fornecedores e varejistas trabalham de forma integrada, visando melhorar a eficiência da cadeia logística e entregar maior valor ao consumidor final.

- RO-RO/Roll On-Roll Off: Tipo de navio com uma rampa na popa ou na proa, por onde veículos com cargas ou vazios são transportados; o acesso é diretamente do navio para o cais.

- Rota / Plano de Viagem: É o percurso escolhido para o transporte, por veículos, através de vias terrestres, rios, corredores marítimos e/ou corredores aéreos, considerando a menor distância, menor tempo, menor custo ou uma combinação destes, tudo podendo estar conjugado com múltiplas origens e destinos.


S

- SAC - Customer Service: Serviço de Atendimento ao Consumidor ou Cliente.

- Said to Contain: Expressão de comércio exterior que é colocada em Conhecimento de Embarque, significando que o transportador desconhece o conteúdo da embalagem dos volumes recebidos a bordo.

- Scanner: Aparelho ou sistema eletrônico que converte, através de leitura óptica, informações codificadas em numeração alfanumérica ou simbolização em barras.

- SCM - Supply Chain Management: Gerenciamento da Cadeia de Abastecimento.

- Sealing: O ato ou processo de se fixar um lacre numa embalagem, mantendo a carga isolada até o seu destino; o lacre pode ser numa caixa, contêiner, etc.

- Semi-Reboque: É o conjunto monolítico formado pela carroceria com um eixo e rodas, engatado no cavalo mecânico ou trator para o transporte, ou ainda passa a ser utilizado como reboque, quando é engatado em um dolly; muito utilizado no transporte de cana-de-açúcar.

- Separação de Pedidos: O atendimento a pedidos de clientes, a partir de um Centro de Distribuição (CD), é feito por separação (picking) do conjunto de produtos contidos no pedido, podendo ser por separação de caixas ou pallets fechados, por separação direta ao longo do CD; por separação de unidades de produtos; por separação direta ou em linha de produção. Quando a separação é seguida de embalagem dos produtos utiliza-se, a expressão (pick pack).

- Shelf Life: Sistemas de administração de armazéns que são softwares aplicados à gestão de áreas de armazenagem, no que tange ao controle de entrada e saída de materiais, endereçamento, realização do FIFO e do FEFO, controle de estoque, formação de cargas para expedição (picking), etc.

- Ship Broker: Agente Marítimo.

- Shipping/Expedição: Departamento de uma empresa que de posse da NF (Nota Fiscal) ou uma pré-NF, identifica, separa, embala, pesa (se necessário) e carrega os materiais nos veículos de transporte.

- Sidelifter: É uma carreta com guindaste próprio para auto-embarque ou desembarque de contêiners.

- Sidetrack - Caminho Alternativo: É quando se utiliza um percurso diferente do habitual ou previsto, por variados motivos (trânsito ruim, segurança, etc.).

- SIL - Sistem Informations Logistics: Sistema de Informações Logísticas - Providencia a informação especificamente necessária para subsídio da administração logística em todos os seus níveis hierárquicos; Para a alta administração serve para planejamentos, políticas e decisões estratégicas; Para a média gerência serve para planejamentos e decisões táticos; Para a supervisão serve para planejamentos, decisões e controles operacionais; Para o operacional serve para processamentos de transações e resposta a consultas.

- Silo: Depósito impermeável para armazenamento de granéis com aparelhamento para carga por cima e descarga por baixo.

- Sistema de Administração de Armazéns/WMS (Warehouse Management System): São softwares aplicados à gestão de áreas de armazenagem, no que tange ao controle de entrada e saída de materiais, endereçamento, realização do FIFO e do FEFO, controle de estoque, formação de cargas para expedição (picking), etc.

- Sistemas para Armazenagem Dinâmica para Caixas - Case Flow Rack: Semelhantes aos porta-pallets dinâmicos, mas adequados para caixas e cestas.

- SKU - Stock Keeping Unit: Representa a unidade para a qual informações de venda e de gestão de estoque são mantidas, podendo ser uma unidade de consumo de um produto ou uma caixa coletiva com diversas unidades do mesmo, onde designa os diferentes itens de um estoque.

- SLM - Strategic Logistics Management: Gestão Logística Estratégica.

- Smart Tag / E-Tag: Etiqueta inteligente que possui um microchip capaz de armazenar várias informações, como data de validade, lote de fabricação, descrição do produto, etc.; os dados são transmitidos por meio de radiofrequência a um equipamento de leitura.

- SLM - Short Mensaging System: Serviço de mensagens curtas.

- Surcharge - Sobretaxa: Taxa adicional cobrada além do frete normal.

- Stowage One: Expressão utilizada no transporte marítimo, que significa a estiva, ou seja, o ato, maneira ou processo de se colocar e arrumar a carga a bordo.

- Supply Chain Management - Gerenciamento da Cadeia de Abastecimento: É a abordagem que visa oferecer o máximo valor ao cliente e o máximo retorno sobre o ativo fixo, através da gestão efetiva dos fluxos de materiais, produtos, informações e recursos financeiros, de extremo a extremo da cadeia, desde as fontes de suprimento até o consumidor final.

- 5S: Programa de gerenciamento participativo que objetiva criar condições de trabalho adequadas a todas as pessoas em todos os níveis hierárquicos da organização. A sigla 5"S" deriva das iniciais de cinco palavras japonesas: SEIRI, senso de classificação; SEITON, senso de ordenação/organização; SEISO, senso de limpeza; SEIKETSU, senso de padronização; e SHITSUKE, senso de disciplina.


T

- Tacógrafo: Instrumento destinado a registrar movimentos ou velocidades; tacômetro registrador.

- Tacômetro: Aparelho que serve para medir o número de rotações por minuto do motor e, portanto, a velocidade de máquinas ou veículos; o mesmo que taquímetro.

- Tank Contêiner: Tipo de contêiner de forma cilíndrica, fixado dentro de uma armação retangular, nas medidas de 20' e 40' pés, utilizado para o transporte de cargas líquidas.

- Tara: Peso de uma unidade de transporte intermodal ou veículo sem carga; ao se pesar o total subtrai-se a tara, chegando-se assim ao peso da carga.

- Taxa de Valor Liberado - Released-Value Rates: Taxa baseada sobre o valor do transporte.

- TECA - Terminal de Carga Aérea: Local em aeroporto onde as cargas são preparadas para embarque em aeronaves ou recebidas para transferência para outro modal de transporte.

- Tempo de Ressuprimento: É o somatório do Tempo de Compra e o Tempo de Transporte.

- Terminal: Ponto inicial ou final para embarque e/ou desembarque de cargas e passageiros.

- THC - Terminal Handling Charge: O mesmo que capatazia.

- Time to Market - Tempo até o Mercado: É o tempo necessário para projetar, aprovar, construir e entregar um produto.

- Toco: Caminhão que tem o eixo simples na carroceria, ou seja, não é duplo.

- To Order: Documento ou tíulo emitido à ordem.

- Trade-off - Compensação: Na sua forma básica, o resultado incorre em um aumento de custos em uma determinada área com o intuito de obter uma grande vantagem em relação às outras (em termos de aumento de rendimento e lucro).

- Trading Company: Termo utilizado para empresas, que operam no comércio internacional, importando e exportando mercadorias e/ou serviços próprios ou de terceiros.

- Transbordo - Transhipment: Transferir mercadorias e/ou produtos de um para outro meio de transporte ou veículo, no decorrer do percurso da operação de entrega.

- Transit Time: Termo utilizado no transporte marítimo, que significa o tempo que o navio gasta para completar uma viagem ou trecho/percurso.

- Transporte: É a parte da logística responsável pelo deslocamento de cargas em geral e pessoas, através dos vários modais existentes.

- Transporte Combinado - Piggy Back: Refere-se ao transporte de um veículo de transporte por outro (piggy back), como, por exemplo, uma carreta transportada por um vagão ferroviário ou por um Ferryboat.

- Transporte Intermodal: É a integração dos serviços de mais de um modo de transporte de forma eficiente, com mínimas resistências ao movimento contínuo de bens e equipamentos de transporte desde a origem até o destino e com a emissão de documentos independentes, onde cada transportador assume responsabilidade por seu transporte; A prática da intermodalidade pressupõe a existência de interfaces (terminais, portos, aeroportos, armazéns e aduanas) tão eficientes quanto os modais aos quais atendem.

- Transporte Multimodal: É um conceito institucional que envolve a movimentação de bens por dois ou mais modais de transporte, sob um único conhecimento de transporte, o qual é emitido por um Operador de Transporte Multimodal (OTM), onde este deve assumir, diante do embarcador, total responsabilidade pela operação, desde a origem até o destino, como um transportador principal e não como um agente.

- Trapiche: Armazém de mercadorias junto ao cais.

- Treminhões: É o conjunto formado por um caminhão normal ou cavalo mecânico mais semi-reboque, engatado em 2 (dois) reboques, formando assim um conjunto de três carrocerias puxadas por um só caminhão; muito utilizado no transporte de cana-de-açúcar.

- Truck: Caminhão que tem o eixo duplo na carroceria, ou seja, são 2 (dois) eixos juntos. O objetivo é aguentar mais peso e propiciar melhor desempenho ao veículo.

- Turnover: Rotatividade, movimentação, giro, circulação, medida da atividade empresarial relativa ao realizável a curto prazo, vendas.


U

- Umland: Entende-se pelo ambiente físico portuário, ou seja, o porto em si, suas instalações, tarifas e a qualidade dos serviços que presta.

- Uniqueness: Expressão utilizada sobre a organização/empresa que é muito difícil de ser copiada.

- Unitização: É a conversão de diversas unidades de carga fracionada numa única unidade, para fins de movimentação e armazenagem; esta pode ser realizada por meio de contêineres intermodais, paletes, caixas coletivas, etc.

- UPC - Universal Product Code: Código Universal de Produto.


V


- VDM - Volume Diário Médio de Tráfego: É obtido pelo número do tráfego anual dividido por 365 dias.

- VLC: Veículo Leve de Carga.

- VMC: Veículo Médio de Carga.

- VMI – Vendor Managed Inventory: Estoque Administrado pelo Fornecedor - Sistema de parceria em que o fornecedor, por iniciativa própria, repõe os estoques do cliente com base em informações de estoque obtidas via EDI ou por outros meios; a adoção dessa prática pressupõe um acordo entre as partes no que se refere aos limites superior e inferior dos estoques do cliente e sobre procedimentos de entrega e faturamento.

- Vorland: Significa o maior ou menor afastamento de um porto em relação às principais rotas de navegação ou sua área de abrangência marítima e, igualmente, influência a escolha do armador.


W

- Wharfage / Taxa de Atracação: É a taxa cobrada pela administração de um porto para utilização do mesmo nas operações que envolvem atracação, carga, descarga e estocagem nas docas e armazéns ligados ao porto.

- Wireless: Sistema de acesso sem fio.


Z

- Zona de Livre Comércio/Zona Franca: É uma zona (área, local ou região de um estado ou país) onde os produtos ou materiais são considerados isentos de taxas e tarifas de importação, com anuência das autoridades fiscais governamentais.